Após rumores de festa de Réveillon de Neymar, assessoria do jogador nega

Nos últimos dias, surgiram especulações de que Neymar teria organizado uma festa de Réveillon em Mangaratiba, na região da Costa Verde do Rio de Janeiro. Já neste domingo (27), uma agência de eventos confirmou – sem citar o nome do jogador – que fará um evento na mesma região e explicou os protocolos que seriam tomados. Entretanto, a assessoria de Neymar negou que ele seja responsável pela festa.

Após rumores de festa de Réveillon de Neymar, assessoria do jogador nega
Após rumores de festa de Réveillon de Neymar, assessoria do jogador nega

Organizadora do evento se pronuncia

A agência Fábrica emitiu ontem um comunicado afirmando que está organizando um evento de Réveillon na região da Costa Verde, “que receberá aproximadamente 150 pessoas”. A nota não traz o nome de quem é o responsável, mas deixa claro que é um evento “privado, com acesso exclusivo para convidados e sem vendas de ingressos”.

A empresa também alegou que a festa “acontece com todas as licenças dos órgãos competentes necessárias” para ser realizada e que o evento cumprirá “todas as normas sanitárias determinadas pelos órgãos públicos”.

Leia a íntegra abaixo:

“A agência Fábrica esclarece que é a idealizadora e produtora de evento de réveillon na região da Costa Verde, no Estado do Rio de Janeiro, que receberá aproximadamente 150 pessoas.

A realização do evento se dá cumprindo todas as normas sanitárias determinadas pelos órgãos públicos. A empresa esclarece também que o evento privado, com acesso exclusivo para convidados e sem vendas de ingressos, acontece com todas as licenças dos órgãos competentes necessárias para a sua realização. Bem como tem procedido em todos os eventos privados da agência”.

View this post on Instagram

A post shared by FÁBRICA (@fabricaag)

Assessoria de Neymar nega festa

Procurada pelo hugogloss.com, a equipe de Neymar se manifestou sobre o caso. Questionada sobre o comunicado da produtora de eventos, a assessoria do jogador respondeu: “Não existe festança na casa do Neymar Jr. Essa festa de 150 convidados é da Fábrica, não tem qualquer relação com o Neymar. Ele foi convidado para a festa”.

A assessoria do craque do Paris Saint-Germain ressaltou que “não tem nenhuma festa na casa do Neymar” e alegou que ele “não fará festa alguma no final do ano”. No último sábado (26), após publicação de fotos atribuídas à mansão em que o evento aconteceria, o staff do jogador falou à Jovem Pan que as imagens seriam de uma “casa fake”.

Rumores sobre evento

De acordo com a CNN Brasil, a festa teria começado no último sábado (26) e duraria cinco dias, seguindo até 1º de janeiro. Um funcionário do condomínio afirmou à emissora que o evento está movimentado o local, com uma grande circulação de carros de luxo que supostamente estariam entrado na casa do jogador. Segundo diz a fonte, alguns convidados também deixaram carros estacionados em um hotel vizinho ao condomínio.

A CNN afirmou que a festa contaria com shows de vários artistas. Inclusive, disse que a assessoria do grupo de pagode Vou pro Sereno confirmou que eles se apresentariam no evento particular. Outros informantes revelaram à emissora que Neymar teria proibido a entrada de celulares, para que imagens internas não fossem expostas e repercutidas nas redes sociais, o que acarretaria em mais críticas.

O colunista do jornal “O Globo”, Ancelmo Góis, também divulgou informações da ocasião. Segundo ele, Neymar teria comprado um hangar desativado na região para receber alguns convidados que chegariam de avião para a festa. De acordo com o jornalista, seriam cerca de 500 os presentes – número que difere do publicado pela agência de eventos. Góis ainda afirmou que a comemoração custaria cerca de R$ 4 milhões.

A CNN também afirmou que Neymar teria instalado isolamento acústico nas paredes de sua mansão, para evitar reclamações de vizinhos quanto a eventuais barulhos. Segundo o canal, a propriedade está localizada numa região afastada do centro de Mangaratiba, num terreno de 10 mil metros quadrados, e dispõe de um heliponto, seis suítes, quadra de tênis, espaço gourmet, spa com jacuzzi aquecida, sauna a vapor, sala de massagem, vaga para uma lancha de grande porte e outros recursos.

Prefeitura de Mangaratiba se manifesta

Por conta da pandemia do coronavírus, a prefeitura de Mangaratiba determinou, em 23 de dezembro, o cancelamento dos eventos públicos da cidade, e que as queimas de fogos estavam “expressamente proibidas”. “Não será permitido ter música ao vivo ou eletrônica em estabelecimentos comerciais, privados ou de concessão. Já os eventos que não dependem de prévia autorização da Prefeitura só estarão liberados com restrição de lotação e cumprimento das medidas sanitárias previstas em decretos municipais”, disse um comunicado.

Neste domingo, a CNN publicou outra nota da prefeitura, na qual o órgão afirmou que “não foi oficialmente notificado da festa e que um evento para 500 pessoas deveria, ao menos, ter sido avisado aos órgãos responsáveis do município”. O comunicado prosseguiu: “Vale lembrar que, com o objetivo de salvar vidas, evitar um colapso no sistema de saúde e novos casos de Covid-19, a prefeitura cancelou todos as festividades de Réveillon e que irá retornar com as barreiras de bloqueio de acesso ao município”.

Uma fonte ligada ao governo municipal também se pronunciou à CNN. “Não há como legislar em um evento particular, mas se o Neymar faz uma festa aqui (Mangaratiba), ele está ferindo seriamente princípios sanitários, os decretos em vigor e as recomendações da prefeitura para se realizar festas em residências com apenas pequenos núcleos familiares. A população está insatisfeita com a festa e com a repercussão envolvendo o nome da cidade. O evento é um desrespeito sanitário, absurdo total”, disse a fonte.

Já nesta segunda-feira (28), a revista Veja divulgou outro posicionamento da prefeitura, afirmando não teria como interferir diretamente. “A Prefeitura de Mangaratiba informa que não tem competência legal para limitar eventos privados realizados em residências particulares. Os decretos em vigor no município relacionados ao controle da controle da pandemia atingem diretamente o uso do solo público e de áreas sob concessão, a exemplo de comércios, orlas e praças”, disseram em nota.

A administração da cidade, contudo, expressou suas recomendações. “Caso haja alguma celebração de fim de ano em propriedade particular, é que sejam respeitados protocolos de prevenção contra a COVID como a não realização de aglomerações, uso regular de álcool gel, higienização constante do local e uso obrigatório de máscaras, além de reforço para a proteção para pessoas com comorbidades e idosos”, completou o texto. A prefeitura de Mangaratiba reforçou que a cidade de 44 mil habitantes tem apenas um hospital público, três unidades básicas de saúde, e que a taxa de ocupação dos leitos de UTI estava em 11%, em decorrência dos casos de Covid-19.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião do Portal Da Fama