HC da Unicamp dá início à imunização em Campinas

Enfermeira de 49 anos, natural da Bahia, foi a primeira pessoa do interior de São Paulo a receber uma dose da CoronaVac.

O Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp aplicou a primeira dose da CoronaVac na tarde desta segunda-feira (18), em cerimônia que deu início à vacinação em Campinas (SP), primeira cidade do interior do estado a dar início a imunização contra a Covid-19. A primeira pessoa a receber a dose da vacina fora da capital de São Paulo é a técnica de enfermagem Liane Santana Mascarenhas Tinoco, de 49 anos, natural da Bahia.

A profissional de saúde aproveitou a ocasião para agradecer a oportunidade de receber a dose e pediu que as pessoas confiem na vacina contra a Covid-19.

“Estou muito grata por estar aqui e me sinto honrada pelo convite de receber a primeira dose da vacina, a primeira pessoa do interior de São Paulo a ser vacinada, é muita honra. O que nós esperamos é que a vacina vai dar certo, todos devem confiar que vai dar certo. Eu aceitei o convite e estou me sentindo muito grata por isso”, disse Liane.

Durante a cerimônia, o governador João Doria enfatizou o fato da aplicação no HC ser a primeira fora da capital.

“Este é o primeiro momento de vacinação fora da cidade de São Paulo. É aqui na cidade de Campinas. É aqui, prefeito Dário Saadi, a sua cidade, a cidade dos campineiros, a cidade dos brasileiros”, afirmou.

Aglomeração

A cerimônia organizada no HC da Unicamp para o início da vacinação no interior de São Paulo foi marcada por aglomeração.

Políticos, profissionais de saúde e jornalistas ficaram misturados, dentro do hospital que é referência no atendimento de Covid-19, sem nenhuma organização que garantisse o distanciamento mínimo preconizado pelos órgãos de segurança.

Em nota, o HC da Unicamp informou que a aplicação de vacina não pode ser realizada fora do ambiente hospitalar por norma da vigilância, daí a escolha por realizar o evento dentro da unidade.

728x90 - Americanas

Cerimônia para aplicação da 1ª dose da CoronaVac no interior de São Paulo foi marcado por aglomeração — Foto: Osvaldo Furiatto
Cerimônia para aplicação da 1ª dose da CoronaVac no interior de São Paulo foi marcado por aglomeração — Foto: Osvaldo Furiatto

O hospital afirma ainda que o local em que foi realizado o evento não abriga nenhuma UTI Covid, sem trânsito de funcionários entre as dependências e possui uma área de 400 metros quadrados e um pé direito de 12 metros de altura, com sistema de exaustão superior.

Além disso, o HC garante que todos os funcionários presentes na cerimônia foram recém-testados e constam negativos para covid.

Neste primeiro momento, a vacinação será para os profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate à doença na unidade. Ao todo, 60 mil trabalhadores dos seis hospitais de referência serão imunizados. Além do HC da Unicamp, as outras unidades são: HC de São Paulo; HC de Ribeirão Preto (USP), HC de Botucatu (Unesp), HC de Marília (Famema) e Hospital de Base de São José do Rio Preto (Funfarme).

Cerimônia para aplicação da 1ª dose da CoronaVac no interior de São Paulo foi marcado por aglomeração — Foto: Osvaldo Furiatto
Cerimônia para aplicação da 1ª dose da CoronaVac no interior de São Paulo foi marcado por aglomeração — Foto: Osvaldo Furiatto

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou na manhã desta segunda-feira que a vacinação contra a Covid-19 será iniciada a partir das 17h em todo o país. No domingo, logo após a aprovação da Anvisa para a aplicação CoronaVac e da vacina de Oxford, produzida em parceria com o laboratório AstraZeneca, o governo de São Paulo já aplicou a primeira dose da CoronaVac. O governo federal, no entanto, ainda não havia iniciado a distribuição do imunizante pelo país.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião do Portal Da Fama