Modelo que tem 126 cm de bumbum admite medo de complicações por aplicações de produtos

“Eu peço a Deus todos os dias para que me proteja e me dê saúde”, conta Vanessa Ataides

O PMMA( polimetilmetacrilato) tem uma péssima fama. Isso porque no Brasil é o produto é aprovado pela Anvisa, mas o uso indevido, que extrapola as indicações ou finalidade, pode levar a complicações graves. A modelo Vanessa Ataides já havia colocado silicone no bumbum, mas ainda não alcançou o seu objetivo. Ela então fez preenchimento com a substância.

“Coloquei silicone para dar volume, mas mesmo colocando o maior silicone que existia na fábrica, no momento, ainda sim não tinha ficado o tamanho que eu queria. Então, resolvi começar a fazer o preenchimento para atingir o tamanho no qual eu buscava. Hoje sim, está quase do tamanho que eu quero, mas ainda quero deixar o meu glúteo maior, pois agora tendo o maior bumbum do Brasil, eu quero ter o maior bumbum fitness do mundo”, conta.

Agora, Vanessa tem 126 cm de bumbum, mas tem que lidar com o medo de complicações sérias de saúde, inclusive até mesmo a morte.

“Eu não tinha medo, mas de algumas semanas para cá passei a ter medo sim de ter complicações, pois tenho visto algumas amigas retirarem o produto. Sei que cada organismo reage de forma diferente, então, eu peço a Deus todos os dias para que me proteja e me dê saúde, mas não nego que se for preciso colocar mais para atingir o meu objetivo eu coloco sim! E quanto ao medo? Tenho uma coisa comigo que digo: se for da vontade de Deus que eu alcance o meu objetivo, eu vou alcançar independente dos meus meios”, relata.

Médicos dizem para a musa fitness que, cedo ou tarde, ela terá que retirar a substância.

“Até porque é um organismo estranho que fica andando pelo meu corpo e que uma hora ele vai expulsar. Mas tenho fé que até lá, já vou estar bem velhinha e já vou ter aproveitado a minha vida exatamente como sempre quis: linda e feliz”, deseja.

Créditos rafael Sousa

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião do Portal Da Fama