O “Natal de Celebração da Vida” do ator Vinícius Marinho, o Tyron da Série Bugados.

Chegamos em 24 de dezembro de 2020! A Véspera Natalina! Desta vez, como já havíamos de esperar, um Natal diferente, afetado pela Covid-19, que já dura quase um ano em todo o mundo.

Mesmo, sabendo que o Natal é e sempre será uma época do ano muito especial, rodeada de magia e propícia à intensidade de sentimentos, à qual ninguém consegue ficar indiferente. Sendo a época de reunião da família por excelência. Como será esse?

Este ano, particularmente devido à pandemia que assola o mundo, o Natal será, seguramente, vivido de forma diferente por todos.

No entanto, mesmo que os jantares-convívio com os colegas e amigos e as múltiplas festividades com a família alargada não possam existir, talvez esta seja a altura de repensarmos no verdadeiro significado do Natal. Independentemente da crença religiosa, o espírito natalício desperta em cada um de nós a solidariedade, a entreajuda, o perdão, trazendo à flor da pele a sensibilidade e a afetividade das pessoas.

Muito mudou nas nossas vidas com esta pandemia e para muitos de nós esta tem sido uma época de reflexão, de revisão das prioridades, de definir aquilo que efetivamente nos faz mais falta, de reduzir ao mínimo aquilo de que precisamos para viver e/ou para sobreviver. Importante valorizar os gestos simples, aquilo que ainda conseguimos fazer.

Então e os adolescentes e crianças? Como irão compreender isto tudo? É que o Natal é uma das datas vividas com maior alegria para a maioria dos jovens que anseiam, com um brilhozinho nos olhos, uma certeza no coração, não só pela hora da troca dos presentes, mas bem como a reunião em volta da mesa, com aqueles que se amam.

Para nos ajudar a entender a visão adolescente desses tempos de “Natal Diferente”, perguntamos ao ator Vinícius Marinho, de 15 anos, um dos grandes protagonistas da Série Bugados, uma série de grande sucesso, do Canal Gloob, no papel do divertido Robô Tyron 667, sobre como será o Natal dele e de sua família.

Vinícius Marinho, que estreia na TV, exatamente vivendo seu primeiro personagem, que já entra na 3º temporada da Série, diz que “ O Natal é o momento em que é preciso celebrar a vida! Celebrar, agradecer por estar vivo! Por estar bem! Aproveitar os momentos com a família. Mas também com os amigos, com as pessoas a sua volta, que te fazem bem! Um momento, pelo menos, para mim, que tem um significado religioso enorme! Um momento em que eu me sinto muito, muito bem! Muito em paz, com muita gratidão e com todos os bons sentimentos possíveis. Talvez seja um dos meus feriados, assim, favoritos!”

Perguntamos para ele, como será o Natal desse ano de 2020?

“Bom, esse ano mudou completamente a ideia do que a gente tinha de Natal. Essa ideia de todos vamos para a minha casa, toda família aqui em casa! Todo mundo falando, rindo, se abraçando, beijando e comendo! Mas, esse ano não vamos poder! Não vai dar certo! Não vai ter como. Não só no Natal, mas no ano novo também, tudo mudou. Não vai ter como. A união  presencialmente, dos outros anos, foi interrompida. ”

Vinícius nos afirma que passará esse Natal, será em casa, com as pessoas que moram com ele, seus pais e seu irmão. Ele afirma que a reunião com toda a família, poderá ser virtualmente. E, mesmo que que não possa se reunir presencialmente com todos, eles estarão reunidos virtualmente, com o mesmo significado de gratidão, amor e afeto entre eles.

728x90 - Americanas

Para ele, o que encanta no Natal, é o próprio ar natalino. “ O clima Natalino, esse ar que começa a mexer com a gente, que eu considero um ar bem diferente das outras épocas. Um ar que deixa as pessoas mais sentimentais. Mais gentis! Sempre estão todos muito gratos por estar ali, pelo menos as pessoas a minha volta, né? É um ar completamente diferente, é um, sentimento diferente, são sentimentos muito bons que as pessoas sentem nessa época, que as pessoas transmitem para as próximas, são muitas celebrações da sobre a vida, sobre as conquistas, né? E passam filmes pela minha cabeça nessa época. Então, me encanta muito.”

Um dos seus maiores pedidos de Natal, sem dúvidas será que esse momento difícil, passe logo. “ Espero que esse momento tão complicado passe logo. Temos que ter esperança, né? Esperança nesse momento, para que tudo possa passar rapidamente e que ano que vem a gente possa estar se encontrando novamente, se abraçando. E fora esse, peço muito muito sucesso profissional e na escola, nos estudos, no trabalho! Peço muitas felicidades nesse novo ano e nesse Natal, né? Nesse réveillon, entre outros, pedidos, claro! ”

E, lembranças de Natal marcante, tem alguma especial? “Ah, tenho várias, sim. É que Todo Natal tem uma história diferente, uma coisa diferente. E, mas uma lembrança marcante é que quando eu era criança, tinha um Papai Noel, que estava aqui em casa, que talvez não me engano era meu tio. Desculpe falar, estragar essa magia, mas acho que era meu tio. Só que é uma coisa que eu nunca falei que eu soube, um dia que era, rs. Ele também não sabe! Eu fui seguindo ele, ele indo embora daqui da minha casa, fui seguindo ele e até que ele sumiu, assim, do nada! Ele entrou por uma porta. Eu queria continuar seguindo, porque eu queria ficar com Papai Noel. Quando eu vi, ele não estava mais lá, procurei, procurei, procurei, procurei, até hoje, eu não sei como como ele sumiu! Até hoje, eu não sei como ele fez isso! Isso fez com que meu pensamento sobre o Papai Noel prolongasse por mais uns anos, aí. Mas fora isso tudo, todas histórias as religiosas, né? Tudo aquela coisa, que eu amo muito. “

Sobre o que ganhar de presente de Natal esse ano, ele confessa “ Olha, esse ano especificamente eu não tenho nenhum pedido especial, assim! Eu falei para meus pais me surpreenderem, pode ser algum doce, algum livro, algum filme. Que eles me surpreendam com algo bom, ne? Rs”.

Vinícius nos diz que não pode faltar em sua Ceia, é “ Ah! Eu amo comer aquele arroz com farofa, peru, tender. Sempre em todo Natal tem que ter. Também, tem que ter um suco, um refrigerante, aquela mesa, que só de respirar, já dá água na boca! Ah! Sem falar nas sobremesas, também! Aquele pavê. Tenho até um tio da piada do  do Pavê”, ne? Então tem que ter o pavê, também. Não sei preparar nada de Natal. Mas, a única coisa que aprendi a fazer na quarentena, foi esse pavê! Aprendi com meu tio, que me ensinou várias dicas de culinária nessa época. Acredito, que não possa faltar na mesa, tudo aquilo que seja especial para as famílias. Ah! Dispenso arroz com passas. Não gosto, rs! – finaliza.

Então…bom Natal!

 

Vinícius Marinho interpreta talentosamente o Robô Tyron, em Bugados – Cesár Fotografia

 

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião do Portal Da Fama