O ‘Natal de Simplicidade e União em família’ do ator mirim, Allexandre Colman.

A Véspera do Natal chegou! E, o Natal é e sempre será uma época do ano muito especial, rodeada de magia e propícia à intensidade de sentimentos, à qual ninguém consegue ficar indiferente. Sendo a época de reunião da família por excelência.

Este ano, particularmente devido à pandemia que assola o mundo, o Natal será, seguramente, vivido de forma diferente por todos

Mesmo sendo uma época de esperança, de ainda mais união e de solidariedade para outros, mão podemos deixar as dificuldades de um ano tão doloroso, pela pandemia, vencer o real sentido de comemoramos o verdadeiro significado do Natal. Independentemente da crença religiosa, o espírito natalício desperta em cada um de nós a solidariedade, a entreajuda, o perdão, trazendo à flor da pele a sensibilidade e a afetividade das pessoas.

Mas será que, mesmo na conjectura atual em que não podemos estar fisicamente próximos, aos nossos familiares, o que nos é bastante doloroso, não poderemos praticar a solidariedade e entreajuda nos mais pequenos gestos, contribuindo para a felicidade de alguém, conhecido ou desconhecido?

Muito mudou nas nossas vidas com esta pandemia e para muitos de nós esta tem sido uma época de reflexão, de revisão das prioridades, de definir aquilo que efetivamente nos faz mais falta, de reduzir ao mínimo aquilo de que precisamos para viver e/ou para sobreviver. Importante valorizar os gestos simples, aquilo que ainda conseguimos fazer.

Para o carismático ator mirim Allexandre Colman, de 13 anos, que tem passagens em obras primorosas, como “ Os Dias Eram Assim! ”, na série Ilha de Ferro, na série “Bom dia Verônica” e em “ A Dona do Pedaço”, o Natal sempre será uma das datas mais importantes de se comemorar dentro do ano, pela magnitude do nascimento de Jesus. E, pela união das famílias.

“O Natal para mim, sempre é motivo de alegria! É o nascimento de Jesus. Uma data de união! ”

E, mesmo em pandemia ele nos diz que não vai ser muito diferente. Pois a família dele é muito pequena. “Somos só eu, minha mãe, meu pai, minha irmã e minha avó. Tudo muito simples. Não temos Luxo. Sou um menino sonhador, humilde. Mas, tenho muita fé na minha vida! ”

“ Vamos passar o Natal em casa, todos juntos. Nossa família estará junta, como sempre! “

Sobre o que mais ele se encanta com o Natal, ele diz que “ é poder estarem todos juntos em casa. Porque é sempre muito difícil de almoçar ou jantar com ele. Ele é motoboy. Quase não tenho visto, sabe? ”

Allexandre nos diz, que um dos seus maiores pedidos na noite de Natal, será o desejo de ver o Covid-19, indo embora de vez.

Uma lembrança marcante que ele tem de Natal passado, é novamente, sobre o pai dele. Pois o mesmo havia pego um serviço para ganhar um valor bem bacana. Ele só chegaria no dia 26. Mas, acabou chegando no dia 24, às 23h, quando já estavam todos reunidos. “ Quando ele chegou de surpresa, eu estava falando exatamente dele, na hora que ele abriu a porta. Nossa! Foi uma choradeira, só! Eu o amo muito. ”

O melhor presente que ele queria ganhar de Natal é um celular novo. “ Não precisava ser de muito luxo, não! O meu “ explodiu”. Não conseguimos resolver. Com isso, tenho que ficar pegando o da minha mãe toda hora, para poder ficar falando e respondendo, as pessoas que me seguem, meus fãs de verdade. ”

A dica de Allexandre, para o que não pode faltar em sua Ceia, é muita união, amor e fé. Acreditar que dias melhores virão. E, o tradicional pavê de bombom da avó dele. Mas, ele diz que sabe pegar na massa, também. Gosta de preparar uma verdadeira e deliciosa farofa natalina.

 

A grandeza do talento de Allexandre Colman – Foto: Rodrigo Soares/ Agência Cintra.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião do Portal Da Fama