Sergio Hondjakoff testa positivo para Covid e recebe atendimento em hospital público – Portal da Fama
Siga o EGOBrazil nas Rede Sociais

Famosos

Sergio Hondjakoff testa positivo para Covid e recebe atendimento em hospital público

Publicado a

em

“Estou com um pouco de falta de ar, dor de cabeça, mas estou sendo cuidado pela minha mãe. Preciso nesse momento me recuperar e cuidar da minha saúde. Assim que eu melhorar, volto a gravar os vídeos que estão chegando de todos os estados do Brasil e vários países do mundo”, ainda garantiu.

Demanda de vídeos personalizados

Após ficar dez meses internado para tratar a dependência química em uma clínica em Itu, no interior de São Paulo, o ator, marcado até hoje pelo Cabeção de Malhação, teve alta em abril. Ao mesmo tempo que tenta retomar sua carreira artística, Sergio optou também por vender vídeos personalizados.

Serginho Hondjakoff com Benjamin na creche do filho — Foto: Arquivo pessoal

Serginho Hondjakoff com Benjamin na creche do filho — Foto: Arquivo pessoal

“Você quer um vídeo do Serginho Hondjakoff falando seu nome ou mandando um alô para sua galera? Entre em contato com o WhatsApp (21)99692-6078. Válido somente para pessoa física. Marcas e empresas, favor entrar em contato e enviar sua proposta. Abraços”, escreveu ele na legenda de uma publicação no Instagram.

“É só entrar em contato por esse WhatsApp que está aqui que eu mesmo, Serginho Hondjakoff, vou mandar, vou enviar esse vídeo para você. Beleza? Então é isso: beijo no coração do Cabeção da Malhação”, ainda complementou no vídeo divulgado.

Sergio Hondjakoff vende vídeos na web — Foto: Reprodução/Instagram

Sergio Hondjakoff vende vídeos na web — Foto: Reprodução/Instagram

Procurado o ator explicou por que decidiu oferecer o serviço de venda de vídeos personalizados através da rede social. “Tive essa ideia de fazer vídeos cobrando um valor, já que estou sem contrato com emissora, é uma forma de ganhar dinheiro honestamente. Sei que tem empresas que fazem isso e vendem vídeos de artistas”, contou.

Segundo Dino Boyer, empresário de Serginho mais de 400 pessoas já entraram em contato nas primeiras horas pedindo o serviço. “Postamos ontem à noite. Mais de 400 pessoas entraram em contato e ainda não conseguimos responder todos. O vídeo de 30 segundos custa R$ 500 e o de 15 segundos custa e R$ 300 para pessoa física”, esclareceu.

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

© A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Tiago Ghidotti

Continue Lendo

Mais Lidas

© Todos os direitos reservados - Parceiro de Conteúdo do EGOBrazil